sábado, 13 de março de 2010

.Carta ao Amigo Desespero.

Oi, amigo desespero... estou escrevendo porque eu queria agradecer sua compainha. Eu sinto te dizer, mas se eu pudesse escolher não escolheria você como companheiro, mas não tenho do que reclamar. Afinal, você ficou do meu lado o tempo todo durante esses ultimos dias. Fantasiando minha imaginação, envenenando meus pensamentos e ainda fez questão de chamar a amiga insônia pra nos acompanhar. eu não sabia bem ao certo como seria daqui por diante, na verdade não sabia se haveria um diante, mas vocês dois me acompanharam nesse meu pequeno devaneio olhando o céu; Sabe, eu não queria ser chata, nem ingrata, mas vocês já podem me deixar em paz... eu já posso caminhar só. Nunca vou esquecer de vocês, meus companheiros... vocês me fizeram fazer coisas que eu nunca seria capaz de fazer sozinha, e ainda conseguiram fazer com que o amigo sono não me visitasse. Mas daqui pra frente eu prefiro seguir só eu e eu mesma, não preciso mais de vocês, não mais.

... não levem a mal, por favor! e mais uma vez, obrigado!

Um comentário:

Lícia Mayra. disse...

Já vi que temos amigos em comum, hein ? kk. Momentos intensos esses que eles passam com a gente. E difíceis. Mas eles acabam nos deixando. A partida é necessária - e benvinda.