sábado, 22 de agosto de 2009

.tic.tac.tic.tac.

Grito pra não fica rouca, faço loucuras pra não ficar louca, apago a luz pra não me perder, me lembro pra esquecer você. O relógio vagamente me mostra que é hora de ir,então paro, paro um pouco pra abastecer dentro de mim algum motivo pra seguir adiante, passo a passo em um caminho que não irei te vê, apenas te sentir, calada... Intacta com todo esse sentimento em mim... Alguma coisa se perde sempre, só não esperava perder você, eu não queria... Eu queria me perder, porque sempre que eu me perco me acho em você. Ou achava? Ta tudo tão confuso que eu não sei em que tempo escrever; Se o passado grita agora, eu fecho a porta e me deixo levar no som do meu presente, presente que é ter um pouco de você em mim, me vendo no futuro em que já não sei, então as palavras conjugadas já não fazem meu feitio, seguro uma corda pra me puxar acima desse buraco que cavou aos meus pés, deixo o tic-tac do relógio soar como musica e deito minha cabeça ao travesseiro, lá ele pode me ouvir e entender que o que eu mais quero é você... se é certo ou errado agora não importa mais, eu já me perdi no caminho, já me perdi em você.

4 comentários:

Mônica Mondo disse...

Costumo ler teus post's mas este, em especial, me agradou muito. adorei. beijo

Inaeliety disse...

Oii, puxaa gostei muito desses textos.. é vc qm faz mesmo?
Olhaa se for, vc é muito talentosa. Adooreii *.*

Beijos !

Jéssica Trabuco disse...

Gostei muito desse seu post... mas de uma parte em especial:

"pode me ouvir e entender que o que eu mais quero é você... se é certo ou errado agora não importa mais, eu já me perdi no caminho, já me perdi em você."

Acho que temos que correr atrás daqueles que fazem nosso coração bater mais forte, não importa oq pensem ou achem!

amei o texto mesmo!

Tâmara disse...

adorei.